DER-MG promove ações educativas para campanha do Maio Amarelo 2024

Em 2022, foram registradas 33.894 mortes no trânsito em todo território nacional. Isso significa que a cada dia 92 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito, conforme dados da última estatística consolidada e disponibilizada pelo governo federal, por meio do Ministério da Saúde (DataSus).

É um dado alarmante que traz uma reflexão e uma pergunta: como cada cidadão pode contribuir para um trânsito mais seguro e de paz? Justamente para conscientizar cada indivíduo sobre seu papel nesse desafio, o tema “Paz no Trânsito Começa por Você” foi o slogan definido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para a campanha Maio Amarelo 2024.

Com o objetivo de sensibilizar a população de Minas sobre o assunto, a Gerência de Educação para o Trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) montou uma programação durante o mês de maio. A abertura das atividades começou com um comando educativo na última quinta-feira (02/05), na parte da manhã, próximo ao BH Shopping, na rodovia MGC-356, KM 7.

Programação para os próximos dias

No dia 07/05, das 15h ÀS 17h, a ação do Maio Amarelo vai acontecer na Cidade Administrativa de Minas Gerais (Camg), com foco nos quase 600 motociclistas cadastrados na Camg. A abordagem vai ser didática e dinâmica para checagem de itens básicos de segurança, realizadas pela equipe da Gerência de Educação para o Trânsito do DER-MG e entidades e empresas parceiras.
No dia 09/05 serão distribuídos vouchers para checklist e para instalação de antenas de lojas parceiras, além da distribuição de brindes e apresentação em circuito montado no estacionamento de motocicletas da Cidade Administrativa.

No dia 15 de maio, acontece na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG) a III Mostra de Educação e Segurança no Trânsito, trazendo atividades interativas como: simulador de impacto de acidente; óculos de realidade virtual sobre efeitos do álcool/drogas; jogos de tabuleiro do trânsito; demonstração do uso do etilômetro; mostra de profissões e primeiros socorros; simulado de socorro à vítima e exposição artística sobre o tema. Alunos de diversas escolas de ensino médio foram convidados a visitar a Mostra, que reúne, além do DER-MG, outras entidades do Sistema Nacional de Trânsito, parceiros e uma equipe de estudantes da Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais dos cursos de medicina, fisioterapia, enfermagem, odontologia e psicologia, áreas que atuam na linha de frente nos acidentes de trânsito.

Nos dias 21, 22 e 23, profissionais da Gerência de Educação para o Trânsito vão aos municípios de Uberlândia e Araguari para ministrar cursos de capacitação de professores de modo a trabalhar o tema trânsito de forma interdisciplinar. A ação é voltada para municípios onde estão sendo pavimentadas novas rodovias, por meio do Provias, maior programa de intervenções rodoviárias da última década.

Rosely Fantoni, gerente de Educação para o Trânsito do DER-MG, explica que toda vez que um trecho de terra é pavimentado se faz necessário um trabalho de orientação junto à comunidade para o adequado comportamento diante da nova rodovia: “Há muita diferença entre dirigir em trechos pavimentados e não pavimentados, principalmente na questão da velocidade que o veículo pode desenvolver na nova rodovia. O trabalho do DER-MG é preparar essa comunidade para a nova dinâmica de trânsito”, explica.

As ações do maio amarelo serão encerradas com uma ação educativa na manhã do dia 29/05, na MG-010, em frente ao posto da Polícia Rodoviária Estadual.

Além disso, ações sobre o Maio Amarelo serão realizadas nas 40 Coordenadorias regionais do DER-MG em todo o estado.

ação educativa maio amarelo ituiutaba foto divulgacao der mg 1

Maio Amarelo

O Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito e tem o objetivo sensibilizar a sociedade para a importância da adoção de comportamentos mais seguros no trânsito.

O nome “Maio Amarelo” tem relação com as placas de sinalização de trânsito, que indica atenção e precaução. Durante todo o mês de maio, diversas atividades são realizadas em todo o mundo com o propósito de orientar os motoristas, ciclistas, pedestres e passageiros sobre a importância de respeitar as leis de trânsito e adotar medidas que possam contribuir para a redução de acidentes e mortes.
Fonte: DER

Governo de Minas executa obras de manutenção e conservação em rodovias do Alto Paranaíba

SERVIÇOS SÃO REALIZADOS EM TRECHOS PAVIMENTADOS E NÃO PAVIMENTADOS PRÓXIMOS A PARACATU

O Governo de Minas, por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG), está realizando uma série de obras de manutenção e de conservação da infraestrutura rodoviária em diversas rodovias estaduais pavimentadas e não pavimentadas na região do Alto Paranaíba, por meio do Programa de Manutenção e Conservação Permanente.

O DER-MG está fazendo a manutenção das rodovias LMG-680, entre Paracatu e Brasilândia, e LMG-690, em Paracatu, corrigindo pontos críticos provocados pelo período de chuvas. As rodovias ainda receberam encascalhamento nesses pontos.

Já na MG-188, entre os kms 122 e 157 do trecho Paracatu e Unaí, as intervenções são na segurança viária, com reforço na sinalização e revitalização da pintura das faixas de bordo e central da pista, além da limpeza dos dispositivos de drenagem. O mesmo serviço foi executado na LMG-706, em Vazante, entre os kms 65,1 a 70,3.

Esse tipo de trabalho é executado, continuamente, pelas 40 unidades do DER-MG no estado. O objetivo é melhorar o escoamento da produção, auxiliar no transporte de insumos, proporcionar mais segurança e qualidade de vida para a população que transita pelas rodovias mineiras e, consequentemente, gerar impactos na economia e na geração de empregos.

Novo modelo de contrato de conservação

O DER-MG espera aprimorar os trabalhos de conservação rodoviária com o novo modelo de contrato de conservação permanente, que pretende aumentar a qualidade dos serviços de manutenção rotineira nas rodovias estaduais.

O ponto chave desse novo modelo é garantir que pequenos problemas nas rodovias não evoluam para situações mais complexas, que coloquem em risco os usuários e gerem custos excessivos para os cofres públicos.

Para garantir que o programa traga resultados efetivos à sociedade, os investimentos também serão ampliados.

“Anualmente, o DER-MG vinha investindo, aproximadamente, R$ 7 milhões na manutenção da malha rodoviária de cada regional. A partir deste ano serão, em média, R$ 24 milhões em investimentos”, explica o diretor-geral do órgão, Rodrigo Tavares.

DNIT RESTRINGE TRÁFEGO DE VEÍCULOS DE CARGA EM PONTE NO NORTE DE MINAS

Fique atento às placas de sinalização

O SETCEMG informa que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) determinou restrição de carga na ponte sobre o Rio das Velhas, no KM 141,6 da BR-365/MG, no Norte de Minas, a partir do dia 1º de abril.

A restrição será mantida até reabilitação da ponte. O DNIT informa que está com edital na praça para contratação de serviços de reabilitação estrutural e melhorias na ponte, com data prevista para recebimento das propostas em 30 de abril.

Nos acompanhe em nossas redes sociais para atualizar suas informações.

Ir e Vir Seguro realiza ação de conscientização focada no carnaval

A campanha Ir e Vir Seguro esteve presente nas rodovias federais, estaduais e nas concessionadas em uma grande força-tarefa nos dias que antecedem o carnaval. Na manhã desta sexta-feira (9/2), o SETCEMG e seus parceiros realizaram a Operação Carnaval 2024 no posto da PRF da BR-040, Km 554, na saída de Belo Horizonte para Nova Lima.

Dessa vez, além dos parceiros do Ir e Vir Seguro – SETCEMG, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), DER-MG, DNIT e Defesa Civil, participaram da ação a COMJOVEM BH e Região, a Guarda Civil de Nova Lima e a concessionária Via 040, em uma grande mobilização com foco na diminuição do número de acidentes nas estradas.

O vice-presidente do SETCEMG, Adalcir Lopes, participou da ação, onde distribuiu material educativo e convidou motoristas abordados a baixarem o aplicativo “Interdições Rodovias”, criado no fim do ano passado pelo Ir e Vir Seguro. “Estamos intensificando a campanha para que ela ganhe o máximo de alcance possível, e que o aplicativo tenha o maior número de colaboradores, para que isso ajude a preservar vidas e que todos saiam para aproveitar o carnaval e voltem com segurança e felizes para suas casas”, afirmou.

O SETCEMG produziu materiais educativos específicos para serem distribuídos nas praças de pedágio nas saídas da Região Metropolitana de Belo Horizonte e nas blitze organizadas pela PRF, DER-MG e PMMG. Estão sendo distribuídos mais de 30 mil panfletos com informações sobre o aplicativo que permite acesso às condições das rodovias mineiras em tempo real. Dessa forma, todos poderão programar suas viagens com segurança, verificar o melhor trajeto.

IR e VIR SEGURO intensifica campanha com parceiros no Carnaval

A campanha Ir e Vir Seguro está presente nas rodovias federais, estaduais e nas concessionadas em uma grande força-tarefa nestes dias que antecede o carnaval. O trabalho do SETCEMG na campanha IR e VIR SEGURO é permanente. “O IR E VIR SEGURO é uma campanha idealizada pelo SETCEMG, em parceria com as Policias Militar e Rodoviárias Estadual e Federal, e os órgãos de governo DER-MG, DNIT e Defesa Civil, com um aplicativo importante que mostra em tempo real as condições das estradas mineiras. É grátis, de fácil acesso e disponível a todos”, explica o presidente do SETCEMG, Antonio Luis da Silva Junior.

O SETCEMG produziu materiais específicos para serem distribuídos nas praças de pedágio nas saídas da região metropolitana de Belo Horizonte e nas blitze organizadas pela PRF, DER e PMMG.

Estão sendo distribuídos 30 mil panfletos com informações sobre o aplicativo que permite acesso às condições das rodovias mineiras em tempo real. Dessa forma, todos poderão programar suas viagens com segurança, verificar o melhor trajeto.

A iniciativa proporciona um mapa interativo em tempo real, permitindo que os usuários visualizem interdições, rotas alternativas e as reais condições das estradas, reduzindo drasticamente o número de acidentes e agilizando a reparação e demais providências do governo nos pontos com problemas.

Permite, ainda, que o cidadão que estiver transitando por alguma rodovia e se deparar com algum bloqueio parcial ou total, ele mesmo poderá adicionar a informação no aplicativo, mesmo sem internet. A informação chegará ao banco de dados da PMRv-MG, será revisada pela equipe de monitoramento de rodovias, que fica de plantão 24h e liberada para visualização de todos.

Blitz da PRF e PMMG

O vice presidente do SETCEMG, Adalcir Lopes, esteve nesta quinta-feira (8/02) com o Coronel Fábio e o Tenente Yuri, na sede da Polícia Rodoviária Militar de Minas Gerais, para levar o material da campanha IR e Vir Seguro que será distribuído na Blitz que acontecerá nesta sexta-feira 9/02), às 7h30, na Br 040, após o Posto Chefão.

“O material orienta sobre o uso do aplicativo desenvolvido pelo IR e VIR Seguro que permite ao usuário obter informações em tempo real sobre as condições das rodovias mineiras e interagir com a PMMG sobre qualquer intercorrência no percurso para que os órgãos competentes possam verificar e providenciar o pronto restabelecimento do local”, orienta Adalcir.

Campanha Ir e Vir Seguro

O  SETCEMG firmou uma parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF)Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais (PMRv-MG)Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e lançou, no dia 29 de novembro de 2022, a campanha “Ir e Vir Seguro – no período das chuvas”.

Pela primeira vez uma campanha é realizada no estado com o objetivo de monitorar os eventos em consequência das chuvas e levar as informações para a sociedade e também para os parceiros envolvidos para dar agilidade às soluções.

A campanha obteve tanto sucesso que transformou-se em uma campanha permanente somando novos parceiros, como a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil – Cedec e, agora, no carnaval, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) com a inclusão das concessionárias na distribuição de material de apoio à campanha.

IR E VIR SEGURO NO CARNAVAL

Com a aproximação do carnaval, o Ir e Vir Seguro irá intensificar as ações educativas e informativas nas estradas mineiras. O SETCEMG buscou maior integração dos órgãos parceiros para organizar ações em todo o estado.

“Em parceria com as polícias Rodoviária Federal, Rodoviária Militar de Minas Gerais, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER) estaremos nas principais saídas da região metropolitana de Belo Horizonte e em pontos estratégicos das rodovias mineiras. O objetivo é alertar para uma direção segura, que é a melhor prevenção”, explica o diretor do SETCEMG, Adalcir Lopes.

O SETCEMG produziu 30 mil panfletos com informações sobre o aplicativo que informa a situação das rodovias mineiras em tempo real e permite ao usuário relatar quedas de barreiras e outras interdições.

A iniciativa proporciona um mapa interativo em tempo real, permitindo que os usuários visualizem interdições, rotas alternativas e as reais condições das estradas, reduzindo drasticamente o número de acidentes e agilizando a reparação e demais providências do governo nos pontos com problemas.

Permite, ainda, que o cidadão que estiver transitando por alguma rodovia e se deparar com algum bloqueio parcial ou total, ele mesmo poderá adicionar a informação no aplicativo, mesmo sem internet. A informação chegará ao banco de dados da PMRv-MG, será revisada pela equipe de monitoramento de rodovias, que fica de plantão 24h e liberada para visualização de todos.

Se for pegar a estrada, planeje sua viagem com antecedência. Saiba sobre as condições das estradas, aqui, pelo aplicativo e, aqui, pelo site.

Dicas do Ir e Vir Seguro

  • Manter distância do carro da frente
  • Só ultrapassar com segurança
  • Respeitar limites de velocidade
  • Usar o cinto de segurança
  • Ter cuidado com pedestres, ciclistas e motociclistas
  • Fazer revisão no carro antes de pegar estrada

 

Dicas do Ir e Vir Seguro do que não fazer:

  • Beber e dirigir
  • Usar o celular ao volante
  • Fazer ultrapassagem proibida
  • Pilotar motocicleta sem capacete
  • Levar criança fora da cadeirinha
  • Fazer jornada excessiva sem descanso

Programa Rodovida vai intensificar fiscalização nas estradas do país, de dezembro até o Carnaval

Com a chegada do período das festas de final de ano, das férias escolares e, posteriormente, do Carnaval, o fluxo de automóveis, nas rodovias do país, se intensifica significativamente. Com o intuito de tornar os caminhos dos brasileiros mais seguros nessa época, a Senatran (Secretaria Nacional de Trânsito), do Ministério dos Transportes, lançou, nesta quarta-feira (13), o programa Rodovida. A cerimônia de lançamento contou com a presença de representantes do Sistema Transporte.

O programa é constituído pelo conjunto de ações organizadas, coordenadas e integradas de órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito, voltadas à segurança viária e à redução dos sinistros de trânsito de dezembro até o domingo após o feriado de Carnaval de 2024. O objetivo da iniciativa é intensificar a fiscalização com a integração de órgãos públicos federais, estaduais e municipais para prevenir acidentes de trânsito e conscientizar os condutores.

O presidente do Sistema Transporte, Vander Costa, compôs a mesa de abertura ao lado do ministro interino dos Transportes, George Santoro; do secretário nacional de Trânsito da Senatran, Adrualdo Catão; do diretor-geral da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Rafael Vitale; e de representantes de outras instituições do Sistema Nacional de Trânsito. A diretora executiva nacional do SEST SENAT, Nicole Goulart, também prestigiou o lançamento.

Em sua fala, Vander Costa destacou que os objetivos do Rodovida estão totalmente alinhados à missão do Sistema Transporte, que trabalha, em várias frentes, para melhorar o cenário do setor no país.

“Podemos destacar a nossa Pesquisa CNT de Rodovias, que, ano após ano, traça a relação entre a qualidade da malha viária e os riscos de acidentes. Para melhorar a infraestrutura de transporte, trazemos subsídios técnicos, que podem – e devem – ser usados pelos formuladores de políticas públicas. Buscamos, sobretudo, sensibilizar os parlamentares por meio de um trabalho intenso de relações institucionais. Com esse apoio, contribuímos para a proposição de leis mais avançadas e para que mais verbas sejam direcionadas à manutenção da infraestrutura de transporte”, declarou Vander Costa.

O ministro interino dos Transportes, George Santoro, ressaltou que esse é um momento importante para mobilizar cada instituição presente e destacou a importância da participação da CNT (Confederação Nacional do Transporte). “É muito importante que, diariamente, em todas as situações, a gente busque a redução de sinistros. O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) e as concessionárias têm feito um trabalho muito importante a partir de dados que a CNT divulga, todos os anos, com locais de mau funcionamento das rodovias e traçados mal projetados que precisam ser consertados. Esse é um trabalho que a CNT faz e acaba orientando a nossa atuação para melhorarmos a segurança viária. Este é o ponto fundamental que toda família quer: que os entes queridos voltem para casa com segurança. E a gente tem de coordenar esses esforços para conseguir isso de forma estruturada”, destacou Santoro.

O Rodovida é sobre a união de esforços e a mobilização nacional, especialmente, neste período do ano. Adrualdo destacou que a parte da Senatran é coordenar os esforços entre todas as entidades com um único objetivo: reduzir a mortalidade no trânsito. “O nosso desafio é unir o maior número possível de organizações responsáveis pelo trânsito. Não podemos comunicar somente para o cidadão; precisamos comunicar para o gestor que ele é parte do sistema. Sem a responsabilidade do gestor, nunca conseguiremos resolver”, afirmou o secretário nacional de Trânsito, Adrualdo Catão.

Dentre as ações e os temas que devem ser abordados pela fiscalização e pelas atividades educativas da edição de 2023/2024 do Rodovida, estão:

• excesso de velocidade;

• ultrapassagens proibidas;

• uso de álcool;

• descumprimento do tempo de direção dos motoristas profissionais;

• transporte ilegal de passageiros;

• não uso do cinto de segurança;

• transporte inadequado de crianças em veículos automotores;

• utilização do celular pelos condutores;

• não uso de equipamento de proteção por motociclistas, como capacete adequado;

• falta de cuidado com os mais vulneráveis no trânsito (pedestres, ciclistas e motociclistas);

• uso incorreto da cadeirinha para crianças;

• condução insegura, especialmente por motofretistas e ciclofretistas.

Guia de Viagem Segura

Na oportunidade, o presidente Vander Costa reforçou que o Sistema Transporte também realiza um trabalho de conscientização da população. Para isso, anunciou o lançamento, também nesta quarta-feira (13), da publicação Viagem Segura – Guia CNT de Segurança nas Rodovias 2024, trabalho que detalha as condições mais críticas da malha rodoviária em relação à segurança no trânsito.

Clique aqui e saiba mais sobre o Guia.

Fonte: Agência CNT Transporte Atual

Pesquisa CNT de Rodovias 2023 reforça a importância de maior investimento na malha rodoviária

O transporte rodoviário, responsável pelo deslocamento de 65% das cargas e de 95% dos passageiros no país, se movimenta sobre rodovias cuja qualidade do Estado Geral, quanto à conservação, está com 67,5% da sua extensão classificada como Regular, Ruim ou Péssimo e 32,5% classificada como Ótimo ou Bom. Os percentuais demonstram uma relativa estabilidade no Estado Geral da malha rodoviária brasileira, em comparação com os resultados do ano passado, que apresentavam, respectivamente, 66,0% e 34,0% para os mesmos níveis de classificação.

A constatação faz parte dos resultados da 26ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias, divulgada pela CNT e pelo SEST SENAT nesta quarta-feira (29/11). Trata-se do maior estudo sobre infraestrutura rodoviária no Brasil. O levantamento deste ano avaliou 111.502 quilômetros de rodovias pavimentadas, o que corresponde a 67.659 quilômetros da malha federal (BRs) e a 43.843 quilômetros dos principais trechos estaduais.

A classificação do Estado Geral compreende três principais características da malha rodoviária: o Pavimento, a Sinalização e a Geometria da Via. Levam-se em conta variáveis como condições do pavimento, das placas, do acostamento, de curvas e de pontes. Em 2023, a avaliação Regular, Ruim e Péssimo dessas características foi: 56,8% (Pavimento), 63,4% (Sinalização) e 66,0% (Geometria da Via), percentuais que também ficaram próximos aos dos registrados no ano passado: 55,5%, 60,7%, 63,9%, respectivamente.

A realidade que o estudo expõe reforça o que a CNT vem defendendo há anos: a necessidade de continuar mantendo investimentos perenes e que viabilizem a reconstrução, a restauração e a manutenção das rodovias. “Essas são ações que a agenda da Confederação enfatiza e amplia institucionalmente, no âmbito do poder público, especialmente no Executivo e no Legislativo”, ressaltou o presidente do Sistema Transporte, Vander Costa, durante o lançamento do estudo, realizado na sede no Sistema Transporte, em Brasília (DF).

Presente na cerimônia, o ministro dos Transportes, Renan Filho, exaltou o papel da Pesquisa CNT para o acompanhamento da infraestrutura rodoviária. “Trata-se de um importante verificador independente da infraestrutura nacional e aponta que, nos últimos 7 meses de governo, houve a interrupção da piora da malha rodoviária do país”, disse.

“Esse é um dado muito relevante, pois a qualidade vinha caindo desde o ano de 2016. Os dados divulgados hoje mostram sinais da retomada da qualidade das vias federais, com a ampliação dos investimentos garantida pela PEC da Transição. O Índice de Condição da Manutenção aferido mensalmente pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) aponta a elevação de qualidade, principalmente no segundo semestre. Certamente, no levantamento da CNT do próximo ano, iremos verificar esse crescimento”, completou o ministro.

Em sua participação, o senador Wellington Fagundes (PL-MT) ressaltou o importância da Pesquisa para o desenvolvimento do transporte no Brasil. O parlamentar, que é presidente da Frenlogi (Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura) convidou a CNT a apresentar os dados no Senado Federal. A ex-senadora Kátia Abreu também prestigiou o lançamento.

Primeiros resultados

O esforço empreendido pela Confederação, no sentido de conseguir uma maior atenção com relação à infraestrutura rodoviária, começa a surtir efeito. Em 2023, a Pesquisa estimou que o aumento do custo operacional do transporte rodoviário de cargas, em decorrência da má conservação do pavimento das rodovias no Brasil, foi de 32,7%. O percentual ficou levemente abaixo do registrado no ano passado: 33,1%.

Porém, os investimentos em infraestruturas, no PLOA 2024 (Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2024), sofreram uma redução de 4,5% no volume de recursos para o setor em relação ao autorizado no Orçamento para infraestrutura de transporte em 2023. Diante desse cenário, a CNT trabalha para viabilizar um aumento na dotação, por meio de emendas para intervenções prioritárias em 2024, em consonância com as prioridades do transporte e da logística do país.

Vigilância

É válido lembrar que não se trata apenas de ter rodovias em condições ideais de tráfego. A Pesquisa mostra que a falta de qualidade da pavimentação das rodovias impacta o preço do frete e, consequentemente, dos produtos para o consumidor final. Sem rodovias de qualidade, o consumo de combustível fóssil e a emissão de gases também aumentam. Esses prejuízos são calculados no âmbito da sustentabilidade, por meio do desperdício de óleo diesel.

De acordo com os resultados relacionados à avaliação da qualidade do pavimento (56,8% Regular, Ruim e Péssimo; e 43,2% Ótimo ou Bom), é possível estimar que, neste ano, 1,139 bilhão de litros de diesel será consumido de forma desnecessária pela modalidade rodoviária do transporte nacional. A queima dessa quantidade de combustível fóssil resultará na emissão de 3,01 milhões de toneladas de gases poluentes na atmosfera (MtCO2e).

A CNT disponibiliza os resultados da Pesquisa de Rodovias nas formas global e segmentada por jurisdição, gestão, região, Unidade da Federação e trecho rodoviário da malha. Este último está acessível também no Painel de Consultas Dinâmicas, ferramenta que permite a aplicação de diversos filtros, além de fornecer um ranking dos trechos pesquisados.

Público × privado

Ao analisar o resultado da Pesquisa quanto ao Estado Geral das rodovias por tipo de gestão pública e privada, percebe-se que as públicas (que representam 76,6% da extensão pesquisada neste ano) apresentam percentuais maiores de avaliações negativas: Regular, Ruim e Péssimo. Essas más condições correspondem a 77,1%.

Por outro lado, nas rodovias concessionadas (que representam 23,4% da extensão pesquisada em 2023), os altos percentuais para o Estado Geral remetem a uma situação oposta, ou seja, a bons resultados. De acordo com a Pesquisa, 64,1% da extensão da malha concedida, avaliada pelo levantamento nessa característica, foram classificados como Bom e Ótimo.

“A diferença nos resultados de classificação do Estado Geral para as malhas públicas e privadas evidencia como cada gestão trabalha o investimento nas rodovias. Enquanto as concessões estão sob o cumprimento de obrigações contratuais estabelecidas por parte dos agentes reguladores, o volume de investimentos por parte da gestão pública depende de agenda orçamentária e de prioridades estabelecidas pelo gestor”, comentou o diretor executivo da CNT, Bruno Batista.

O Novo PAC prevê R$ 185,80 bilhões em investimentos para o modo rodoviário, dos quais R$ 112,8 bilhões são da iniciativa privada (60,7%) e R$ 73,0 bilhões do governo federal (39,3%). Essa realidade demonstra uma recuperação da capacidade de investir com duas frentes, via Estado e/ou por meio de relações de colaboração com a iniciativa privada, contemplando concessões e parcerias.

Pontos críticos

Uma das apurações resultantes do levantamento é a dos principais pontos críticos registrados nas rodovias do país: quedas de barreiras, erosões nas pistas, buracos grandes, pontes caídas e pontes estreitas. Trata-se de problemas na infraestrutura que interferem na fluidez dos veículos, oferecendo riscos à segurança dos usuários, aumentando significativamente a possibilidade de acidentes e gerando custos adicionais ao transporte.

Na Pesquisa CNT de Rodovias, é possível consultar os dados acerca da localização, da quantidade, do tipo e da densidade de pontos críticos registrados nas rodovias federais e estaduais do país, bem como das suas condições de sinalização, além de serem disponibilizadas fotos das ocorrências. Essas informações podem ser agrupadas por Unidade da Federação e por ano.

Intervenções prioritárias

  • Recuperação, manutenção e reconstrução de trechos avaliados
  • Eliminação de 2.684 pontos críticos:
  • 207 quedas de barreiras;
  • 5 pontes caídas;
  • 504 erosões nas pistas;
  • 803 unidades de coleta com buracos grandes;
  • 67 pontes estreitas;
  • 62 outros tipos de pontos críticos que possam atrapalhar a fluidez da via.

Acesse: Pesquisa CNT de Rodovias 2023

Campanha “Ir e Vir Seguro” conta agora com aplicativo

 

Iniciativa, fruto da parceria entre SETCEMG, PRF, PMRv-MG, DER-MG, DNIT e Defesa Civil, visa antecipar, prevenir e mitigar riscos para os usuários das estradas através da visualização de informações de todas as rodovias de Minas Gerais; com o aplicativo, a partir de agora a população também poderá colaborar

O Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas e Logística de Minas Gerais (SETCEMG), em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais (PMRv-MG), o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e a Defesa Civil apresentaram hoje novidades da campanha “Ir e Vir Seguro. O evento foi aberto pelo presidente do SETCEMG, Antonio Luis da Silva Junior, e teve a presença de seus diretores, transportadores e representantes de órgãos públicos parceiros da iniciativa.

“A campanha foi tão bem-sucedida que, após sua conclusão em abril de 2023, o SETCEMG decidiu torná-la permanente”, destaca o vice-presidente do SETCEMG, Adalcir Ribeiro Lopes.

A iniciativa proporciona um mapa interativo em tempo real (google.com/maps/d/edit?mid=1LWPe79KMUz4OUWcAuViGU5RfTHraffuA&usp=sharing), permitindo que os usuários visualizem interdições, rotas alternativas e as reais condições das estradas, reduzindo drasticamente o número de acidentes e agilizando a reparação e demais providências do governo nos pontos com problemas, apresentou uma redução de 57% nas interdições das rodovias de Minas Gerais, segundo balanço do primeiro semestre. Além do mapa, a campanha conta agora com um aplicativo, no qual os usuários podem colaborar com o envio de informações.

De acordo com Major Robson Almeida, da PMRv-MG, o mapa interativo já teve mais de 18 milhões de visualizações. “Ele realmente foi adotado em larga escala, serviu muito, tanto para o usuário quanto para as autoridades, para a tomada de decisões embasadas em informações reais. A partir disso, pensamos em evoluir e acreditamos que o auxílio da população é essencial. Geralmente nas rodovias, não há sinal de telefone ou internet. Por isso, desenvolvemos um aplicativo no qual o usuário pode informar, mesmo sem internet, o ponto de interdição, além de consultar o mapa interativo”, comenta.

O cidadão que estiver transitando por alguma rodovia e se deparar com algum bloqueio parcial ou total, ele mesmo poderá adicionar a informação no aplicativo, mesmo sem internet. A informação chegará ao banco de dados da PMRv-MG, será revisada pela equipe de monitoramento de rodovias, que fica de plantão 24h e liberada para visualização de todos.

A Polícia Militar de Minas Gerais participa diretamente das ações da campanha “Ir e Vir Seguro” pelo segundo ano consecutivo. “Ano passado tivemos excepcionais resultados se comparados com qualquer um dos indicadores de prevenção de acidentes nos últimos anos. Com isso, este ano tivemos um planejamento bem específico. Hoje temos cerca de 100 pontos de monitoramento em todo o estado de Minas Gerais, com o emprego de 1.200 policiais militares rodoviários, temos uma parceria com a Defesa Civil, diretamente ligada às ações de prevenção, reconstrução e comunicação às comunidades vizinhas às rodovias a respeito dos principais problemas”, destaca o Comandante Fábio Oliveira, da Polícia Militar de Minas Gerais.

Com o aplicativo, as informações de todos os órgãos envolvidos estarão reunidas em um só lugar, facilitando o acesso de todos. “Todos os dados que temos hoje de forma pulverizada, agora estão todos em apenas uma ferramenta. Com isso temos muito mais efetividade na resolução dos casos, além de facilitar o acesso para a população. Espero que a gente possa, em conjunto, fazer o melhor para a sociedade, que é sempre o nosso maior objetivo”, acrescenta Fábio Jardim, superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Minas Gerais.

Para Cristiano Coelho, do DER, a iniciativa já se mostrou muito eficiente no ano passado. “Com essa evolução esse ano, esperamos que a gente consiga realizar serviços preventivos e mais efetivos no período das chuvas. Quando uma interdição for identificada, que seja resolvida em um período mais curto possível. Temos uma expectativa muito grande de que com os investimentos mais robustos que o setor vem recebendo, a gente consiga ter condições melhores nas rodovias e que com essa campanha possamos melhorar cada vez mais”, pontua.

Em quase todo o Estado de Minas Gerais, conforme estudos do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a previsão é de chuva acima da média neste mês de novembro até janeiro do ano que vem. Segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais (CEDEC), o território mineiro possui diversas áreas que sofrem com as chuvas, o que por sua vez exige muito cuidado e atenção por parte de todos.

“Temos a maior malha rodoviária do Brasil e essa integração foi uma decisão acertada dos órgãos envolvidos. Importante estarmos todos empenhados em apoiar o nosso estado. Com o período chuvoso, essa plataforma é extremamente importante para monitorarmos a situação das estradas. Espero que não tenhamos eventos extremos, mas se tivermos, contaremos com uma ferramenta importante na mão, para que o cidadão, as empresas, o setor de logística, de transporte tenham condição de ir e vir seguros. Vamos repercutir toda essa campanha nos 853 municípios do estado, para que possamos de forma integrada, disponibilizar ao cidadão uma ferramenta importante para sua segurança, conclui o tenente-coronel Carlos Eduardo Lopes, da Defesa Civil.

O aplicativo “Interdições Rodovias”, já está disponível para Android e em fase de aprovação para iOS.

Veja, aqui, a galeria de fotos.

IR E VIR SEGURO PREPARA CAMPANHA PARA O PERÍODO DAS CHUVAS

 

Na última terça-feira (12/09), na sede do SETCEMG, integrantes do grupo que coordena o IR E VIR SEGURO reuniram-se para planejar o lançamento da próxima campanha do período das chuvas.

Participaram do encontro representantes do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER), da Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais (PMMG), e do SETCEMG.

A campanha, uma parceria do SETCEMG com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais, Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), foi lançada em novembro de 2022.

A primeira fase, cujo balanço foi apresentado no final de abril deste ano, dedicou-se aos cuidados no período das chuvas. Numa segunda fase, o foco foi mitigar as consequências com o roubo de cargas nas rodovias de Minas Gerais em parceria com a Polícia Militar de Minas Gerais, disponibilizando o “mapa de calor” com os locais de maior incidência de roubos e furtos de cargas.

“Agora, vamos voltar com campanha de prevenção no período das chuvas para que tenhamos o menor impacto possível para os usuários das vias”, informou o presidente do SETCEMG, Antonio Luis da Silva Junior, durante a reunião. A entidade, também, foi representa no encontro por seu presidente honorário, Gladstone Lobato.